Exército iraquiano toma hospital em Mossul, mas encontra forte resistência

Bartalla, Iraque, 7 dez 2016 (AFP) - O exército iraquiano tomou nesta quarta-feira no leste de Mossul o hospital Al Salam, utilizado como centro de comando pelo grupo Estado Islâmico (EI), indicaram fontes militares.

A 9ª divisão blindada do exército ocupou o hospital situado na margem sudeste do Tigre, o rio que atravessa Mossul, indicaram as fontes.

No entanto, as tropas ficaram cercadas no hospital pelos extremistas e esperam a chegada de reforços, informaram as fontes.

Trata-se da penetração mais profunda das tropas iraquianas no leste de Mossul desde o início da ofensiva contra o reduto extremista, em 17 de outubro passado.

"Avançamos no bairro de Al Salam, mas a situação é difícil, há combates violentos", declarou à AFP o general Shaker Kadehem.

"A situação da 9ª divisão é difícil, pediu apoio. Enviamos um regimento ao lugar", disse à AFP um oficial das forças antiterroristas do exército

A Amaq, agência de propaganda do Estado Islâmico (EI), afirmou que os extremistas lançaram cinco atentados suicidas com carros-bomba nas últimas 24 horas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos