Filho de conselheiro de Trump é demitido da equipe de transição

Em Washingon

O filho do conselheiro de Segurança Nacional de Donald Trump foi demitido da equipe de colaboradores que prepara a transição de governo, anunciou na terça-feira (6) à noite o vice-presidente eleito Mike Pence.

"Mike Flynn Jr. não tem mais nenhuma função na equipe de transição", disse o futuro vice-presidente ao canal CNN.

O demitido era responsável por organizar a agenda e administrar temas burocráticos para o pai, o general da reserva Mike Flynn.

De acordo com o jornal The New York Times, Flynn Jr., 33 anos, foi demitido por ter divulgado uma série de teorias da conspiração, principalmente sobre uma pizzaria de Washington que acusou de estar relacionada com uma rede de pedofilia.

O proprietário do estabelecimento comercial e seus funcionários receberam ameaças de morte.

A polêmica poderia ter resultado em uma tragédia no domingo, quando um jovem entrou armado com um fuzil na pizzaria para "investigar" pessoalmente o caso, chamado pela imprensa de "Pizzagate".

"Todas as nossas famílias querem nos ajudar e durante as quatro semanas posteriores às eleições tivemos muito trabalho. Mas Mike Flynn Jr. não está mais vinculado ao trabalho do general Flynn ou à equipe de transição", destacou o vice-presidente eleito.

O general Flynn, 57 anos, foi um dos primeiros nomes anunciados para o gabinete de Trump.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos