Naufrágio no Iêmen deixa 60 desaparecidos

Aden, Iêmen, 7 dez 2016 (AFP) - Quase 60 pessoas estão desaparecidas após o naufrágio de uma embarcação perto da ilha de de Socotra, no Iêmen, anunciaram as autoridades nesta quarta-feira.

A embarcação, que havia iniciado a viagem no porto de Mukalla (sudeste) com destino a Socotra, está desaparecida há cinco dias, informou o ministro da Pesca, Fahd Kavieen, que citou quase 60 pessoas a bordo.

De acordo com a agência estatal Saba, apenas duas pessoas foram resgatadas por barcos de bandeira austríaca e australiana.

As autoridades afirmaram que o barco naufragou na terça-feira nas proximidades de Socotra, no Oceano Índico, a 350 km das costas do sudeste do Iêmen.

O governador da região de Hadramut, general Ahmed bin Breik, afirmou que as autoridades locais pediram às forças da coalizão árabe, que apoiam o governo no conflito iemenita, assim como às embarcações presentes na região que procurem eventuais sobreviventes.

Bin Breik disse que os passageiros são moradores de Socotra.

jj-lyn/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos