Raúl Castro transfere cinzas de dois irmãos à cidade natal

Havana, 7 dez 2016 (AFP) - O presidente cubano, Raúl Castro, transferiu na terça-feira as cinzas de seus irmãos Ramón e Angela ao panteão familiar de Birán (670 km a leste de Havana), dois dias depois de depositar as de Fidel em um cemitério de Santiago de Cuba.

Desta forma, os restos de Ramón e Angela Castro - falecidos em fevereiro deste ano e fevereiro de 2012, respectivamente - descansam agora junto aos de seus pais e avós no panteão da família em sua casa natal de Birán, pertencente à província de Holguín.

O presidente esteve acompanhado por sua irmã Emma, que vive no México, mas viajou a Cuba para o funeral do líder da Revolução cubana, segundo informações de um telejornal local.

Fidel Castro faleceu no dia 25 de novembro aos 90 anos e foi sepultado no domingo passado, depois que suas cinzas peregrinaram por 13 das 15 províncias da ilha durante vários dias, nos quais centenas de milhares de cubanos prestaram homenagem a ele.

Cuba guardou nove dias de luto nacional pela morte do líder, sem espetáculos públicos, música ou venda de bebidas alcoólicas.

Do casamento entre Ángel Castro e Lina Ruz nasceram sete crianças: Ramón, Fidel, Agustina, Angela, Emma, Juana e Raúl.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos