Assembleia Geral da ONU vota trégua na Síria nesta sexta

Nações Unidas, Estados Unidos, 9 dez 2016 (AFP) - A Assembleia Geral das Nações Unidas prevê votar nesta sexta-feira um projeto de resolução que exige um imediato cessar-fogo na Síria e o acesso à ajuda humanitária, um passo diplomático descrito como "muito pouco e demasiado tarde".

O texto, preparado pelo Canadá, é uma tentativa para que a Assembleia Geral quebre o impasse sobre a Síria no Conselho de Segurança.

Rússia e China vetaram esta semana um rascunho de resolução do Conselho de Segurança que propunha um cessar-fogo de sete dias em Aleppo, a cidade síria que está a ponto de cair nas mãos das forças do regime.

Esta foi a sexta vez que Moscou, aliado do presidente sírio, Bashar al-Assad, usou seu direito de veto no Conselho para bloquear uma ação sobre a Síria.

Se espera que a Assembleia Geral aprove este texto não vinculante que demanda um "completo fim de todos os ataques contra civis" e a suspensão de todos os cercos.

"Lamentavelmente, suspeito que isto seja muito pouco e demasiado tarde", declarou o embaixador britânico junto à ONU, Matthew Rycroft.

A votação "demonstrará que há uma maioria moral" de países que estão "consternados de que através de uma série de vetos, o Conselho de Segurança falhou em alcançar a unidade necessária para mudar a situação na Síria".

A Rússia opinou que a resolução não terá impacto no terreno. "Esperar que isto vá produzir uma espécie de reviravolta na situação na Síria é ingênuo", declarou o embaixador Vitaly Churkin.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos