'Mulher mais gorda do mundo' será operada na Índia

Nova Délhi, 9 dez 2016 (AFP) - Uma egípcia, considerada como a mulher mais gorda do mundo, será submetida na Índia a uma cirurgia de redução de estômago, informou o cirurgião que realizará o procedimento.

O cirurgião indiano Muffazal Lakdawala se ofereceu para operar gratuitamente Eman Ahmed Abd El Aty, que pesa cerca de 500 quilos de acordo com a mídia local.

"É um caldeirão de doenças. Precisa de uma operação urgente", declarou o médico à AFP.

"Sua irmã disse que ela não sai de seu quarto há 25 anos. Então pensei que deveria ajudá-la. Farei (a cirurgia) pro bono", explicou.

Eman Ahmed Abd El Aty, de 36 anos, viajará de avião para Bombaim na próxima semana, após a ministra das Relações Exteriores indiana interceder pessoalmente para obter um visto.

De acordo com a família do paciente, a mesma sofre de elefantíase, uma síndrome que causa inchaço dos membros e de outras partes do corpo.

Após a operação, passará dois meses em convalescença na Índia antes de voltar para o Egito.

As operações de redução de peso são cada vez mais frequentes na Índia, onde há um forte aumento da obesidade, especialmente em áreas urbanas.

A Índia é um dos principais destinos de turismo médico, oferecendo serviços da mesma qualidade que nos países ocidentais por preços muito mais baixos.

bb-anb/abh/cc/amd/lb/gm/mb/mr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos