Paris vai sair do pior episódio de poluição em 10 anos

Paris, 9 dez 2016 (AFP) - Paris vai sair no fim de semana do pior e mais prolongado episódio de poluição invernal da última década, segundo a agência de monitoramento da qualidade do ar, que, no entanto, permanece prudente sobre as previsões para a próxima semana.

"As emissões de partículas finas geralmente caem no fim de semana, pela redução do tráfego, e esperamos ventos que dispersarão uma parte da poluição", afirmou à AFP Amélie Fritz, da Airparif.

"Mas devemos permanecer vigilantes para a próxima semana", em função da evolução das condições meteorológicas, completou.

Paris sofre há mais de uma semana por uma nuvem de partículas finas no ar que superam o nível de alerta (80 microgramas/m3). As autoridades adotaram várias medidas para frear a poluição, incluindo o rodízio de veículos e a gratuidade dos transportes públicos.

O episódio se deve a um aumento na emissão de partículas causado pelo tráfego e pela calefação com lenha, e por persistentes condições meteorológicas - clima frio e poucos ventos.

O vento de sábado deve levar parte das partículas, que podem provocar asma, alergias, doenças respiratórias ou cardiovasculares e câncer.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a poluição do ar é responsável por 42.000 mortes prematuras na França por ano.

Mesmo assim, o nível de poluição registrado em Paris esta semana (recorde de 146 partículas/m3 no dia 1 de dezembro) está muito abaixo dos registrados em cidades como Pequim e Nova Délhi.

No início do mês, os indicadores de partículas finas no ar em Nova Délhi superaram pela primeira vez a barreira de 1.000 microgramas/m3, o que equivale a mais de 10 vezes os valores recomendados pela OMS.

burs-meb/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos