Regime sírio ataca bairros rebeldes em Aleppo

Beirute, 9 dez 2016 (AFP) - O regime sírio executava nesta sexta-feira bombardeios de artilharia contra os bairros rebeldes de Aleppo, sobretudo o distrito de Bustan al-Qasr, apesar do anúncio poucas horas antes da Rússia de uma interrupção das operações militares, informou a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

A aviação do regime suspendeu os bombardeios na quinta-feira à noite, mas os ataques de artilharia continuaram intensos durante a noite e na manhã desta sexta-feira, de acordo com o OSDH.

O correspondente da AFP na zona leste de Aleppo também ouviu bombardeios durante a noite.

Moscou, principal aliado do regime do presidente Bashar al-Assad, anunciou na quinta-feira à noite uma interrupção dos bombardeios aéreos e dos disparos de artilharia do exército sírio contra os bairros rebeldes de Aleppo, uma medida teoricamente destinada a garantir a saída de milhares de civis.

"As operações de combates do exército sírio foram interrompidas no leste de Aleppo porque há uma grande operação em curso para a retirada dos civis", informou o ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Lavrov.

Os rebeldes estão encurralados em vários setores do sul de Aleppo com dezenas de milhares de civis presos entre o fogo cruzado. O exército, apoiado por combatentes iranianos e o Hezbollah libanês, controla mais del 85% da parte que os insurgentes conquistaram em 2012, segundo o OSDH.

lar-ram/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos