Atentado mata 35 soldados no Iêmen

Áden, Iêmen, 10 dez 2016 (AFP) - Pelo menos 35 soldados morreram, e outros 50 ficaram feridos, em um atentado suicida contra um quartel em Aden, a grande cidade do sul do Iêmen, zona de intensa atividade extremista.

O grupo Estado Islâmico (EI) assumiu a autoria desse atentado.

Um homem-bomba detonou seu cinturão explosivo no momento em que centenas de soldados recebiam seu pagamento na base de Al-Sawlaban, perto do aeroporto internacional de Áden.

Segundo um comunicado do grupo EI publicado por seu órgão de propaganda, Amaq, "um mártir do Estado Islâmico ativou seu cinturão no quartel de Al-Sawlaban, em Áden, durante uma concentração de militares".

Há meses, as forças governamentais apoiadas por uma coalizão militar árabe realizam uma vasta campanha contra radicais ativos no sul e leste do país.

Elas enfrentam simultaneamente os rebeldes xiitas huthis, que controlam uma parte do território, incluindo a capital Sanaa.

O último atentado reivindicado pelo EI deixou 71 mortos, em 29 de agosto. Nele, um grupo de jovens recrutas foi atacado com um carro-bomba.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos