Chefes de Estado e governo em exercício premiados com o Nobel da Paz

Oslo, 10 dez 2016 (AFP) - O Nobel da Paz, entregue neste sábado ao presidente colombiano, Juan Manuel Santos, contemplou vários chefes de Estado e de governo em exercício, desde a criação do prêmio, em 1901.

- 2011: Ellen Johnson Sirleaf -A presidente de Libéria, Ellen Johnson Sirleaf, que chegou ao cargo em 2005, obteve o Nobel da Paz junto com sua compatriota, Leymah Gbowee, e a iemenita Tawakkol Karman, que se destacou na Primavera Árabe.

As três foram premiadas por sua luta não violenta a favor da segurança das mulheres e seu direito de participar em processos de paz.

- 2009: Barack Obama -Menos de nove meses depois de sua posse, Barack Obama, primeiro presidente negro dos Estados Unidos, recebe o Nobel "por seus esforços extraordinários para reformar a diplomacia internacional e a cooperação entre os povos".

- 2000: Kim Dae Jung -É o primeiro chefe de Estado sul-coreano a viajar a Pyongyang em junho de 2000 para uma cúpula com seu contraparte norte-coreano, Kim Jong-il.

- 1994: Yitzhak Rabin - O premiê israelense, Yitzhak Rabin, seu ministro das Relações Exteriores, Shimon Peres, e o chefe da OLP, Yasser Arafat, são recompensados on recompensados por seus "esforços a favor da paz no Oriente Médio", concretizados em setembro de 1993 pelos acordos de Oslo.

- 1993: Frederick de Klerk -Este presidente sul-africano (1989-1994) aprovou medidas para por fim ao regime do apartheid. Entre elas, a libertação de Nelson Mandela, após 27 anos de prisão, que também recebeu conjuntamente o Nobel da Paz.

- 1990: Mikhail Gorbachev -O líder soviético (1985-1991) recebeu o prêmio por sua política da Perestroika, que abriu a via para a democratização e contribuiu para o fim da Guerra Fria.

- 1987: Oscar Arias Sanchez -Presidente da Costa Rica, foi premiado por ser o artífice de processos de paz nos conflitos armados da América Central nos anos 1980.

- 1978: Anuar Sadat e Menahem Begin -Presidente egípcio desde 1970 até seu assassinato em 1981, Sadat realizou uma visita histórica a Jerusalém em novembro de 1977, e assina em seguida os acordos de Camp David com o primeiro-ministro israelense, Menahem Begin.

- 1971: Willy Brandt -Chanceler federal alemão (1969-1974), Brandt marca a história de seu país por sua política externa, voltada para a Alemanha oriental e o leste europeu, a Ostpolitik.

- 1921: Karl Hjalmar Branting -Várias vezes primeiro-minostro da Suécia entre 1920 e 1925, este pacifista sueco compartilhou o prêmio com o norueguês Christian Louis Lange, fervoroso promotor - como Branting - da Sociedade das Nações, uma antecessora da ONU.

- 1919: Thomas Woodrow Wilson -Presidente americano (1913-1921) e pacifista convencido conseguiu manter os Estados Unidos fora da primeira guerra mundial em seus três primeiros anos. Em seguida ajudou a criar a Sociedade de Nações.

- 1906: Theodore Roosevelt -Presidente dos Estados Unidos de 1901 a 1909, foi o primeiro chefe de Estado a receber o Nobel, por "sua ajuda nas negociações de paz na guerra russo-japonesa".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos