China suspende importações de carvão norte-coreano para acatar sanções da ONU

Pequim, 10 dez 2016 (AFP) - A China anunciou a suspensão das importações de carvão da Coreia do Norte até o fim do ano para acatar às mais recentes sanções decretadas pelas Nações Unidas.

"A fim de aplicar a resolução 2321 do Conselho de Segurança das Nações Unidas, a China suspende as importações de carvão norte-coreano", indicou o governo em um comunicado.

Essa medida entra em vigor neste domingo e cessa em 31 de dezembro, segundo o texto.

Em 30 de novembro passado, o Conselho de Segurança da ONU adotou uma resolução que acentua as sanções contra a Coreia do Norte por seu último teste nuclear, que aconteceu em 9 de setembro.

A resolução limita as exportações de carvão norte-coreanas a 400,9 milhões de dólares por ano a partir del 1º de janeiro de 2017, o que equivale a uma redução de 62% em relação a 2015.

A China é praticamente o único mercado para o carvão norte-corano, já que Pequim é o único aliado de Pyongyang e seu principal sócio econômico, embora tenha votado a favor da sanção.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos