Presidente italiano decide hoje sobre crise política

Roma, 10 dez 2016 (AFP) - O presidente italiano, Sergio Mattarella, declarou neste sábado (10) que vai decidir "nas próximas horas" como resolverá a crise política provocada pela saída do premiê Matteo Renzi.

"Nas próximas horas, avaliarei (a situação) e tomarei iniciativas necessárias para a solução da crise de governo", declarou Mattarella, após uma rodada de conversas com líderes políticos.

Segundo ele, "harmonizar" o sistema eleitoral é "indispensável" antes de convocar eleições legislativas.

O país precisa rapidamente de um governo "na plenitude de suas funções" por causa dos desafios internos e internacionais da Itália, afirmou Mattarella.

O ministro demissionário das Relações Exteriores, Paolo Gentiloni, é um dos favoritos para substituir Renzi, assim como o ministro das Finanças, Pier Carlo Padoan.

O governo pode durar vários meses, o tempo de se chegar a um acordo entre as forças políticas para harmonizar duas leis eleitorais atualmente em vigor. Uma lei adotada em maio de 2015, a chamada "Italicum", prevê uma eleição majoritária para a Câmara dos Deputados, enquanto o Senado é eleito de forma proporcional, o que afasta a possibilidade de formar uma coalizão estável.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos