Presidente turco confirma vários mortos em atentados em Istambul

Istambul, 10 dez 2016 (AFP) - Várias pessoas morreram em dois atentados cometidos neste sábado (10), no centro turístico de Istambul - declarou o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, em um comunicado.

"Infelizmente, temos mártires e feridos", afirmou Erdogan, sem divulgar números.

"Assistimos, esta noite, em Istambul, à manifestação mais horrorosa do terrorismo", acrescentou.

Um primeiro balanço oficial falava em quase 20 feridos, todos policiais.

Um carro-bomba atingiu um carro de transporte da Polícia nos arredores do estádio da equipe de futebol do Besiktas, depois do fim da partida contra o Bursaspor, anunciou o ministro turco do Interior, Süleyman Soylu.

Uma segunda detonação, "que parece ter sido obra de um suicida", aconteceu no parque Maçka, indicou Soylu, denunciando um "plano totalmente abominável".

"Parece que essas explosões, que aconteceram logo após o jogo Besiktas-Bursaspor, tinham como objetivo causar o maior número possível de vítimas", afirmou Erdogan, em um comunicado.

Nenhum grupo assumiu a autoria dos ataques até o momento.

"O nome da organização terrorista que cometeu esse covarde ataque não tem nenhuma importância", declarou o presidente.

"Que ninguém duvide que conseguiremos vencer essas organizações terroristas e os que estão por trás delas", completou.

Esse duplo ataque atingiu um bairro turístico de Istambul localizado entre a emblemática praça Taksim e o antigo palácio imperial de Dolmabahçe.

Este ano, a cidade já foi alvo de vários atentados ligados aos rebeldes curdos, ou atribuídos ao grupo Estado Islâmico (EI).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos