Estado Islâmico se retira de Palmira após violentos bombardeios russos

Beirute, 11 dez 2016 (AFP) - Os radicais do grupo Estado Islâmico (EI) se retiraram neste domingo da cidade antiga de Palmira, depois de invadi-la novamente na véspera, em função de violentos bombardeios da aviação russa, informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Os bombardeios russos mataram uma grande quantidade de extremistas, segundo a fonte, que não forneceu cifras.

O EI, que tinha tomado o controle de Palmira em maio de 2015 e foi expulso em março passado pelo regime, com a ajuda da Rússia, lançou uma ofensiva na quinta-feira contra esta cidade que é patrimônio mundial da Humanidade.

Civis que retornaram a Palmira após a retomada da cidade pelo exército estavam encurralados pelos combates.

Durante a ocupação da chamada "pérola" do deserto sírio, o grupo extremista destruiu vários artefatos históricos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos