Presidente da Itália designa ex-chanceler Paolo Gentiloni como primeiro-ministro

Roma, 11 dez 2016 (AFP) - O ex-ministro italiano das Relações Exteriores, Paolo Gentiloni, foi nomeado neste domingo para substituir o primeiro-ministro Matteo Renzi, que renunciou depois de sofrer uma severa derrota no referendo constitucional na semana passada, anunciou a presidência da República.

A decisão foi tomada pelo presidente da República Sergio Mattarella, o único com poder de designar o primeiro-ministro da Itália, segundo as normas da Constituição.

Gentiloni, de 62 anos, era o chefe da diplomacia desde de 2014, quando substituiu Federica Mogherini, nomeada chanceler da União Europeia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos