Mais de 100 militantes do partido pró-curdo HDP detidos na Turquia

Ancara, 12 dez 2016 (AFP) - Mais de 100 membros do principal partido pró-curdo da Turquia foram detidos depois do atentado de sábado em Istambul, reivindicado por um grupo radical curdo, informou a agência de notícias pró-governo Anadolu.

As detenções dos integrantes do Partido Democrático dos Povos (HDP) aconteceram em todo o país, indicou a agência.

Entre os detidos estão os líderes do partido em Istambul, Aysel Guzel, e Ancara, Ibrahim Binici.

As detenções aconteceram depois do atentado de sábado que deixou 38 mortos, incluindo 30 policiais, reivindicado pelo grupo radical curdo Falcões da Liberdade do Curdistão (TAK).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos