Modernidade ocidental não é exemplo para as mulheres, diz imã de universidade egípcia

Abu Dhabi, 12 dez 2016 (AFP) - O grande imã da prestigiosa mesquita-universidade egípcia Al Azhar defendeu nessa segunda-feira em Abu Dabi o estatuto reservado às mulheres islâmicas, e considerou que a modernidade ocidental não representa "o modelo exemplar".

"O islamismo original tem feito justiça com a mulher muçulmana e a liberado de travas e restrições" das quais era vítima, declarou o xeque Ahmad al Tayeb, em seu discurso na reunião de cúpula mundial de presidentes de Parlamento.

Fundada no Cairo em 970, a mesquita-universidade Al Azhar é uma respeitada instituição teológica e uma referência do islamismo sunita.

Porém, admitiu o imã, a mulher tem sido "mais influenciada pelas tradições e costumes do que pelos princípios do islamismo", pelo que havia sido negligenciada "em vários aspectos da vida à situação anterior (a revelação) do Alcorão".

O xeque fez alusão às doutrinas rigorosas do Islã, cujas correntes radicais não hesitam, em particular, em impor às mulheres o uso do niqab (véu que cobre cabeça e rosto).

O grande imã da Al Azhar, muito respeitado pelos sunitas, majoritários no mundo muçulmano, considera que a mulher ocidental não é um modelo a seguir.

"A modernidade ocidental não é um modelo exemplar que mereça ser difundido no mundo", mesmo que reconheça nas sociedades ocidentais "aspectos positivos em matéria de progresso científico e humanitário".

A reunião da cúpula do Parlamento acontece até quarta-feira na capital dos Emirados Árabes Unidos. É um país conservador, porém aberto ao mundo exterior, onde 90% da população é estrangeira.

Uma mulher, Amal Al Qubaisi, dirige o Parlamento local, o Conselho Nacional da Federação (CNF), que é uma instância consultiva. Oito mulheres integram o governo dos emirados.

str-mah/tm/ras/feb/age/mb/bn/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos