Novo premiê italiano, Paolo Gentiloni, apresenta seu gabinete

Roma, 12 dez 2016 (AFP) - O novo primeiro-ministro italiano, Paolo Gentiloni, apresentou oficialmente nesta segunda-feira sua equipe de ministros, entre os quais confirmou o titular da pasta de Economia, Pier Carlo Padoan.

Gentiloni, ex-ministro das Relações Exteriores do governo em fim de mandato chefiado por Matteo Renzi, nomeou como chanceler o até então ministro do Interior, Angelino Alfano, líder da Nova Centro-direita.

Após as rápidas consultas realizadas com os partidos da coalizão de centro-esquerda que o apoia, Gentiloni, nomeado no domingo, apresentou o novo Executivo, formado em sua maioria por ministros do Executivo do demissionário Renzi.

O novo gabinete receberá nesta segunda-feira sua posse e entre a terça e a quarta, o governo deverá obter o voto de confiança do Parlamento, de forma a poder representar legitimamente a Itália na quinta-feira no Conselho Europeu de Bruxelas com todos os líderes europeus.

O ex-chanceler de Renzi, um político moderado, aberto ao diálogo e homem leal, confirmou Roberta Pinotti para a Defesa, Giuliano Poletti no Trabalho, Dario Franceschini na Cultura, Beatrice Lorenzini (Saúde) e Andrea Orlando na Justiça.

Trata-se de uma das crises mais curtas da história da República italiana.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos