Canadá facilitará abertura de salas de injeção de opiáceos

Ottawa, 13 dez 2016 (AFP) - Diante do aumento de mortes por overdose de opiáceos, especialmente o fentanil, o governo canadense facilitará a abertura de salas para usuários de drogas injetáveis.

A ministra da Saúde, Jane Philpott, anunciou a suspensão de 26 critérios estabelecidos para a abertura de locais com estas características adotados pelo governo conservador precedente.

Atualmente, apenas uma sala de consumo de droga de menor risco, conhecida como "local de injeções supervisionadas" (SIS), está aberta em Vancouver.

Várias cidades apresentaram nos últimos três anos solicitações de abertura, entre elas Montreal e Toronto, mas até o momento não puderam criar estes locais.

Dentro da nova lei apresentada nesta segunda-feira, os 26 critérios "serão substituídos por uma exigência geral, segundo a qual o local deve provar suas vantagens em termos de saúde e segurança públicas", disse Philpott durante entrevista coletiva.

Após mais de 2 mil mortes por overdose de opiáceos no ano passado, as autoridades de saúde do Canadá temem que o número de falecimentos duplique em 2016.

As mortes são atribuídas principalmente ao consumo do fentanil, um poderoso sedativo que a polícia considera "de uma potência 100 vezes superior à morfina".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos