Morre Javier Echevarría, prelado do Opus Dei

Roma, 13 dez 2016 (AFP) - O bispo espanhol Javier Echevarría, prelado do Opus Dei, uma obra católica muito controversa fundada em 1928 na Espanha, faleceu na noite de segunda-feira em Roma, anunciou esta instituição em sua conta no Twitter.

Monsenhor Echevarría morreu aos 84 anos devido a uma infecção pulmonar, segundo um comunicado oficial do Opus Dei.

"O prelado do Opus Dei havia sido hospitalizado no dia 5 de dezembro na policlínica Campus Bio-Médico de Roma devido a uma leve infecção pulmonar", indicou o comunicado.

"Monsenhor Echevarría estava recebendo um antibiótico para combater a infecção. O quadro clínico se complicou nas últimas horas, provocando uma insuficiência respiratória, que ocasionou o falecimento", explicou o comunicado divulgado no site do Opus.

Morreu "às 21h20 desta noite, na festa de Nossa Senhora de Guadalupe", indicou o comunicado, ao informar sobre o falecimento de "Javier Echevarría, bispo e segundo sucessor de são Josemaría Escrivá, fundador do Opus Dei".

"O vigário auxiliar da prelatura, Monsenhor Fernando Ocáriz, pôde administrar a ele os últimos sacramentos na mesma tarde", acrescentou.

Echevarría, nascido em Madri em 1932, havia sucedido em 1994 Álvaro Del Portillo, por sua vez sucessor do fundador do Opus Dei, Josemaría Escrivá.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos