Colômbia terá dissidentes das Farc como 'alvo de alto valor'

Bogotá, 15 dez 2016 (AFP) - O ministro colombiano da Defesa, Luis Carlos Villegas, afirmou nesta quarta-feira que os guerrilheiros dissidentes das Farc serão perseguidos como "alvo de alto valor", após o anúncio de que cinco líderes rebeldes abandonaram o grupo.

"Aqueles que se declararem em dissidência das Farc ou simplesmente se tornarem bandidos por ambição (...) serão alvo de alto valor que vamos perseguir", declarou Villegas.

"O processo de paz é sério para quem está envolvido nele, e a força pública será séria e poderosa para quem estiver fora dele", declarou Villegas.

Na terça-feira, as Farc informaram os afastamento de suas fileiras de cinco chefes que "entraram em contradição" com a linha político-militar da organização que firmou o acordo de paz com o governo do presidente Juan Manuel Santos.

Os líderes rebeldes em questão são Gentil Duarte, Euclides Mora, John Cuarenta, Giovanny Chuspas e Julián Chollo, que até recentemente cumpriam tarefas de comando na organização".

Em seu comunicado, as Farc acrescentaram que o momento histórico da Colômbia não deve ser bloqueado por um "grupo de insensatos que, ignorando os desejos de paz da imensa maioria do nosso povo, se lança no abismo por ambição pessoal".

Villegas destacou que "estas dissidências serão tratadas como bandidos e com todo o peso da justiça...".

O acordo de paz entre as Farc e o governo entrou em vigor há duas semanas, após ser aprovado pelo Congresso, acolhendo propostas da oposição ao tratado original, rejeitado no referendo de outubro passado.

Nesta quarta-feira, o ministério da Justiça informou o indulto de 100 guerrilheiros das Farc, com base no acordo de paz.

"Já foram firmados cerca de 100 indultos (...) e acredito que mais 300 indultos poderão ocorrer" até o final do ano ou o início de 2017, disse o ministro da Justiça, Jorge Londoño, em entrevista coletiva.

O ministro acrescentou que os indultos serão aplicados apenas a guerrilheiros das Farc condenados por delitos políticos ou relacionados, e jamais a rebeldes culpados por crimes contra a humanidade, como execução, tortura e estupro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos