EI teria capturado armas antiaéreas em Palmira

Washington, 14 dez 2016 (AFP) - Os combatentes do grupo jihadista Estado Islâmico possivelmente capturaram armas antiaéreas quando retomaram a cidade síria de Palmira, informou o general americano Stephen Townsend nesta quarta-feira.

O comandante da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos que combate o EI na Síria e no Iraque declarou que os jihadistas se apoderaram de parte do equipamento no domingo passado, quando retomaram a cidade das mãos das tropas sírias.

"Acreditamos que isto inclui alguns veículos blindados e vários canhões e armas pesadas, possivelmente também equipamento de defesa aérea", disse Townsend em um vídeo gravado em Bagdá.

A coalizão liderada pelos Estados Unidos, que bombardeia o EI desde 2014, tem uma superioridade aérea quase total no Iraque e na Síria.

"Qualquer coisa que caia na mãos do EI basicamente provoca uma ameaça à coalizão, mas podemos administrar estas ameaças e o faremos", disse Townsend, sem precisar que tipo de armas antiaéreas foram capturadas.

O EI retomou Palmira no domingo, nove meses após ser expulso da cidade por forças do regime sírio apoiadas pela aviação russa.

Townsend informou que a coalizão tentará, ao menos inicialmente, delegar a situação aos russos para que tentem retomar Palmira. "Se não conseguirem, faremos o que é preciso fazer para nos defender".

O Pentágono e seus sócios da coalizão acusam Moscou e Damasco de deixar Palmira de lado para se concentrar na tomada de Aleppo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos