Ex-presidente português Mario Soares permanece em situação crítica, mas estável

Lisboa, 14 dez 2016 (AFP) - O ex-presidente socialista português Mario Soares, hospitalizado na terça-feira aos 92 anos, estava na quarta-feira em uma "situação crítica" mas "estável", e se mostrava "mais reativo ante os estímulos externos", anunciou o hospital da Cruz Vermelha de Lisboa.

"Ao longo do dia, houve uma melhora sutil do estado de consciência de Mario Soares, que agora se mostra mais reativo aos estímulos externos", declarou o porta-voz do centro de saúde, José Barata.

Internado na terça-feira ao amanhecer na unidade de cuidados intensivos do hospital da Cruz Vermelha, o ex-presidente seguia em estado "crítico", com prognóstico "reservado".

Soares, que contribuiu para a instauração da democracia em 1974 e para a integração europeia de seu país, esteve ativo na política portuguesa por quarenta anos.

Fundador do Partido Socialista português, foi ministro das Relações Exteriores, duas vezes chefe de governo, presidente da República de 1986 a 1996 e deputado europeu.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos