Rússia: resistência dos últimos rebeldes em Aleppo deve durar dois ou três dias

Moscou, 14 dez 2016 (AFP) - A "resistência" dos últimos rebeldes de Aleppo deve durar dois ou três dias, o que marcará o fim de quatro anos de rebelião na segunda maior cidade da Síria, afirmou nesta quarta-feira o chefe da diplomacia russa, Serguei Lavrov.

"Espero que a situação seja resolvida em dois ou três dias", afirmou Lavrov em um fórum diplomático, citado pelas agências russas de notícias.

"Os combatentes abandonarão a resistência em dois ou três dias", disse.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos