UE aprova cotas de pesca no Atlântico e no mar do Norte para 2017

Bruxelas, 14 dez 2016 (AFP) - Os países europeus chegaram a um acordo sobre as cotas de pesca no Atlântico e no Mar do Norte para 2017, após uma série de discussões que se prolongaram durante a madrugada de quarta-feira.

"Hoje damos outro passo importante em direção a uma pesca sustentável (...) e tenho orgulho de dizer que nosso estímulo às populações saudáveis de peixes começa a dar seus frutos", disse o comissário europeu de Pesca, Karmenu Vella.

O Rendimento Máximo Sustentável (RMS), o limite de pesca definido com base em critérios ambientais e de renovação de espécies, é o princípio orientador das negociações sobre as cotas e deveria se estender a todas as populações antes de 2020.

As populações administradas com critérios de sustentabilidade vão passar de 36 em 2016 a 44 em 2017.

O executivo europeu destacou os benefícios de sua gestão dos recursos pesqueiros, mas os ministros dos 28 países concordaram em revisar para cima algumas das cotas propostas pela Comissão, com base em dados científicos, como no caso do bacalhau.

A Comissão propôs uma redução de 68% nas cotas para o bacalhau no oeste da Irlanda e no golfo de Vizcaya. Após um acordo dos 28 países para estabelecer seu contingente em 2.830 toneladas no ano que vem, porém, esta redução será de apenas 38% em relação a 2016.

A ministra da Pesca espanhola, Isabel García Tejerina, que considerou decepcionantes as propostas do executivo europeu, comemorou que o acordo final do Conselho da UE permitirá aos pescadores espanhóis obter 41.000 toneladas adicionais.

Concretamente, os pescadores espanhóis poderão pescar 10% a mais de merluza norte, até 33.781 toneladas por ano, enquanto a cota para a merluza sul foi reduzida em 1,5%.

Em relação ao carapau, a proposta do executivo de reduzir sua pesca em 45% ficou em 23%.

A cota de pesca de anchova no Cantábrico se mantém em 33.000 toneladas, enquanto que as do golfo de Cádiz sobem para 12.500 toneladas.

mla-tjc/pc/db

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos