Dylan Roof é culpado de massacre racista e pode pegar pena capital

Charleston, Estados Unidos, 15 dez 2016 (AFP) - O supremacista branco Dylan Roof foi considerado culpado nesta quinta-feira de crimes de ódio, que resultaram na morte, no ano passado, de nove fiéis de uma igreja de uma comunidade negra do sudeste dos Estados Unidos.

Roof, de 22 anos, foi considerado culpado das 33 acusações atribuídas a ele pelo massacre, durante uma leitura da Bíblia, na igreja Madre Emanuel, em Charleston, cidade com uma forte comunidade negra, na Carolina do Sul.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos