França pede reunião urgente do Conselho de Segurança da ONU sobre Aleppo

Nações Unidas, Estados Unidos, 15 dez 2016 (AFP) - A França pediu nesta quinta-feira (15) consultas urgentes a portas fechadas do Conselho de Segurança das Nações Unidas para tratar da evacuação de civis da cidade síria de Aleppo e de planos para envio de ajuda - informaram os diplomatas.

Hoje, as primeiras pessoas retiradas da cidade síria de Aleppo deixaram os bairros rebeldes a bordo de vários ônibus e ambulâncias, uma operação que deve selar a vitória do governo de Bashar al-Assad um mês após o lançamento de sua ofensiva para reconquistar a totalidade da segunda mais importante cidade do país.

O primeiro comboio a partir seguiu com 951 pessoas a bordo, incluindo 200 rebeldes e 108 feridos, segundo uma fonte militar.

A perda de Aleppo inflige uma significativa derrota para os rebeldes, que conquistaram a parte leste dessa cidade síria em 2012.

Segundo o embaixador francês na ONU, François Delattre, a reunião será "provavelmente amanhã (sexta-feira)", a portas fechadas, para que se tenha uma melhor ideia da situação no terreno.

Na conversa com a imprensa, Delattre mencionou a iniciativa europeia para o envio de observadores internacionais encarregados de supervisionar as retiradas em Aleppo.

"França e Alemanha e outros aliados europeus" - explicou o embaixador - "trabalham em estreita cooperação sobre propostas" concretas tendentes a garantir "uma evacuação (de civis) em toda segurança e um acesso à ajuda humanitária" em Aleppo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos