Rússia detém supostos membros do EI que planejavam atentados

Moscou, 15 dez 2016 (AFP) - Seis pessoas foram detidas em duas operações da polícia russa contra supostos ativistas do grupo Estado Islâmico (EI), que se preparavam para cometer atentados, informaram nesta quinta-feira os serviços de segurança russos (FSB).

"Quatro membros do grupo terrorista foram detidos" em uma primeira operação no sul da capital, indicaram os FSB em um comunicado.

O grupo "planejava uma série de importantes atentados terroristas em Moscou, mediante poderosas bombas artesanais", acrescentou, após explicar que os homens detidos eram provenientes do Tadjiquistão e da Moldávia.

Os ativistas atuavam "sob as ordens diretas de um emissário da organização terrorista Estado Islâmico, baseado na Turquia", acrescentaram os FSB.

Os agentes apreenderam armas, munições "e uma grande quantidade de materiais destinados à fabricação de poderosos artefatos explosivos", indicou.

Em um segundo comunicado, os FSB anunciaram a detenção, em Samara, de dois outros supostos membros do EI, provenientes da Ásia Central. Os dois homens tinham material para fabricar um quilo de TNT em sua casa, destacou este comunicado, sem especificar se esta segunda operação estava relacionada com a de Moscou.

pop-tbm/ger/jz/mb/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos