Síria: novo acordo para retirada de rebeldes de Aleppo

Aleppo, Síria, 15 dez 2016 (AFP) - Um novo acordo para a retirada dos combatentes rebeldes da última área que controlam em Aleppo foi alcançado após o fracasso de uma iniciativa similar na véspera, informou à AFP uma fonte do exército sírio.

"Alcançamos um acordo para que os rebeldes saiam, os preparativos estão acontecendo agora", disse a fonte.

Os rebeldes também citaram os preparativos para retirar os feridos e os civis pelo sul Aleppo, uma operação não confirmada pela alta fonte militar.

"A retirada acontecerá pelo bairro de Ramusa", na periferia sul de Aleppo, afirmou à AFP Al Faruk Abu Bakr, líder do poderoso grupo islamita Ahrar al-Sham, responsável pelas negociações do lado dos rebeldes.

"O primeiro contingente envolve os feridos e os civis", destacou.

Os rebeldes sairão "depois", após o "primeiro ou segundo contingente", disse.

Uma iniciativa similar foi suspensa na quarta-feira, apesar de um acordo mediado pela Rússia, aliado do regime sírio, e pela Turquia, que apoia os insurgentes. Após o fracasso da retirada, os combates foram retomados em Aleppo.

"Estamos preparando o primeiro contingente que envolve os civis feridos, seus familiares e outros civis", afirmou à AFP Ahmad Al-Dbis, que coordena uma unidade de médicos e voluntários envolvida no processo de evacuação da cidade.

rim-mjg/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos