Argentina e Chile querem reunião Mercosul-Aliança do Pacífico em 2017

Buenos Aires, 16 dez 2016 (AFP) - O presidente da Argentina, Mauricio Macri, e sua colega do Chile, Michelle Bachelet, manifestaram nesta sexta-feira (16), em Buenos Aires, sua intenção de promover uma reunião Mercosul-Aliança do Pacífico no primeiro semestre de 2017.

A Aliança do Pacífico reúne Chile, México, Colômbia e Peru.

"A Aliança do Pacífico vai continuar trabalhando estreitamente com o Mercosul. Ambos os chanceleres (da Argentina e do Chile) concordaram em que, durante a Presidência 'pro tempore' do Chile, talvez no primeiro trimestre do próximo ano, tenhamos uma reunião de ministros", disse a presidente chilena em entrevista coletiva, acompanhada de Macri.

O presidente argentino confirmou que a reunião entre os blocos será no primeiro semestre de 2017.

"Vamos ter uma reunião (Mercosul-Aliança do Pacífico). Temos a sorte de a Argentina exercer a Presidência 'pro tempore' do Mercosul, a partir deste momento", disse Macri, acrescentando que "em médio, ou longo prazo, concordamos em que temos de convergir ambos os blocos. O quanto antes começarmos, melhor", completou.

Macri recebeu Bachelet na residência presidencial de Olivos, em uma visita oficial junto com uma grande comitiva.

A Argentina assumiu na quarta-feira (14) a Presidência rotativa do Mercosul, em um encontro de chanceleres em Buenos Aires.

A Venezuela tentou participar à força do encontro, após a suspensão por descumprir compromissos técnicos e políticos firmados em 2012, quando entrou no bloco.

"Vemos com grande interesse que a Argentina seja parte da Aliança do Pacífico. Manifestamos isso claramente quando convidamos o presidente Macri (a participar da reunião do bloco em 1º de julho passado no Chile)", disse Bachelet.

Naquele momento, Macri havia dito: "Depois de muitos anos de uma economia fechada, temos de ir no sentido de uma transição ordenada, não crítica, para a integração do Mercosul. Espero, em breve, com a Aliança do Pacífico e, depois, com o mundo inteiro".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos