Embaixada dos EUA em Jerusalém 'destruirá' processo de paz, diz Erekat

Belém, Territórios palestinos, 16 dez 2016 (AFP) - O secretário-geral da Organização para Libertação da Palestina (OLP), Saeb Erekat, advertiu ao presidente americano eleito, Donald Trump, nesta sexta-feira (16), que autorizar a mudança da embaixada americana de Tel Aviv para Jerusalém poderá destruir o processo de paz.

Tomar essa decisão agora "destruiria o processo de paz", já que o status final da histórica cidade deve fazer parte das negociações, alegou Erekat.

A declaração de Erekat foi dada um dia depois de Trump anunciar que submeterá o nome de David Friedman ao Senado. Ele é um defensor declarado da colonização israelense nos Territórios Palestinos e já disse, publicamente, que quer trabalhar pela paz "da embaixada dos Estados Unidos na capital eterna de Israel, Jerusalém".

A indicação de Friedman foi saudada pelo primeiro-ministro Benjamin Netanyahu e por membros de seu gabinete conservador.

"Digo cara a cara a David Friedman e a Trump: se derem esses passos de trasladar a embaixada e anexar as colônias na Cisjordânia, vão mandar essa região pelo caminho do que eu classificaria como caos, ilegalidade e extremismo", acrescentou Erekat.

lal-jjm/srm/jz/tt

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos