Nadador britânico desiste de cruzar o Atlântico após 33 dias

Dacar, 16 dez 2016 (AFP) - Um nadador amador britânico, Ben Hooper, anunciou na sexta-feira que estava abandonando sua tentativa de cruzar o Oceano Atlântico, do Senegal ao Brasil, após 33 dias em alto mar, porque sua embarcação de apoio foi danificada.

Hooper tinha planejado chegar ao litoral brasileiro após atravessar 3.000 km a nado, mas só conseguiu nadar cerca de 140 km, desde que saiu do Senegal, no último 13 de novembro.

Na sua página do Facebook, Hopper disse que abandonava a aventura "pela segurança de todos os que estão a bordo do Big Blue", o barco onde fazia pausas durante seu périplo. "Decidimos adiar a expedição e navegar diretamente em direção a Natal, no Brasil, pela via mais curta".

"Tivemos cinco dias de tempestades no Atlântico, e por causa disso o catamarã Big Blue sofreu danos", contou.

Hooper, ex-policial de 38 anos, treinou dez horas por dia durante três anos para realizar a travessia.

Há apenas um antecedente similar: o francês Benoit Lecomte cruzou o Atlântico no sentido oposto em 1998, de Cape Cod, nos Estados Unidos, até o porto francês de Quiberon.

Lecomte, porém, não conseguiu que sua façanha fosse inscrita no Livro Guiness porque parou durante uma semana para descansar nas ilhas dos Açores.

O nadador britânico prometeu que voltará a tentar realizar sua aventura.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos