Negociação para resolver crise política é suspensa na República Democrática do Congo

Kinshasa, 17 dez 2016 (AFP) - As negociações entre o poder e a oposição para tentar encontrar uma solução para a crise política na República Democrática do Congo foram "suspensas", e serão retomadas em 21 de dezembro, anunciou neste sábado a Conferência de Bispos Católicos, encarregada da mediação.

As discussões recomeçarão no dia seguinte à data em que expira oficialmente o mandato do presidente Joseph Kabila. Uma parte da oposição e da população quer a sua saída nessa data, enquanto o chefe de Estado pretende permanecer no cargo, após ter postergado a eleição presidencial prevista para este ano.

"As negociações diretas foram suspensas. Os diálogos entre as partes serão retomados na quarta-feira", anunciou o monsenhor Marcel Utembi, presidente da Conferência Episcopal Nacional do Congo (Cenco).

As negociações para encontrar uma saída para a crise começaram em 8 de dezembro e deveriam terminar na sexta-feira, apesar de terem sido prorrogadas até sábado por não haver acordo.

bmb-sva/jlb/aoc/jz/cb/lb

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos