Ataque armado na Jordânia deixa 7 mortos, incluindo turista canadense

Amã, 18 dez 2016 (AFP) - Sete pessoas, incluindo uma turista canadense, morreram em um ataque cometido neste domingo por homens armados contra uma delegacia e várias viaturas da polícia perto de uma área turística no sul da Jordânia, informou à AFP uma fonte das forças de segurança.

Os ataques, que não foram reivindicados, aconteceram em Karak, ponto turístico que fica 118 km ao sul da capital Amã.

O serviço de Segurança Geral informou que quatro vítimas fatais eram policiais. Outras duas civis e a sétima uma turista canadiense.

O primeiro-ministro jordaniano, Hani Mulqi, afirmou que as "forças especiais e policiais cercavam 10 homens armados que estavam entrincheirados em Karak".

A Jordânia integra a coalizão internacional que bombardeia o grupo Estado Islâmico (EI) na Síria e no Iraque desde 2014. O reino executa bombardeios aéreos contra os extremistas e abriga em seu território tropas da coalizão.

Em junho, um atentado suicida reivindicado pelo EI matou sete guardas de fronteira jordanianos, perto da fronteira com a Síria.

str-kt/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos