Tropas israelenses matam palestino durante distúrbios na Cijsordânia

Ramallah, Territórios palestinos, 18 dez 2016 (AFP) - Um jovem palestino foi morto neste domingo por soldados israelenses durante distúrbios na Cisjordânia.

Uma fonte das forças de segurança indicou que as tropas israelenses entraram na localidade de Beit Rima, perto de Ramallah, depois da meia-noite, e foram recebidas a pedradas.

O ministério palestino da Saúde identificou a vítima, atingida por um tiro de um soldado, como Ahmed Hazem Atta, de 19 anos.

Uma porta-voz do exército citou "violentos distúrbios" em Beit Rima, mas não confirmou a morte do jovem palestino.

"Atiraram pedras contras as forças de segurança e feriram um soldado", disse.

"Para evitar uma escalada de violência, as forças de segurança abriram fogo em direção aos principais instigadores", completou.

"Temos informações sobre a morte de um agitador e que outro ficou ferido, que estão sendo analisadas", afirmou à AFP.

A onda de violência na Cisjordânia, Jerusalém e Israel provocou as mortes de 244 palestinos, 36 israelenses, dois americanos, um jordaniano, um eritreu e um sudanês desde outubro de 2015, de acordo com um balanço da AFP.

Muitos palestinos foram mortos após ataques ou tentativas de ataques contra cidadãos israelenses, geralmente com facas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos