Diretora do FMI culpada por negligência em julgamento na França

Paris, 19 dez 2016 (AFP) - A justiça francesa declarou nesta segunda-feira a diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI) Christine Lagarde culpada de "negligência" por permitir um enorme desvio de fundos públicos quando era ministra da Economia, mas a dispensou de cumprir pena.

Ex-ministra francesa da Economia (2007-2011) não compareceu no tribunal para ouvir a leitura da decisão do Tribunal de Justiça da República (CJR) em Paris. Ela corria o risco de até um ano de prisão e 15.000 euros de multa.

A justiça estimou que Lagarde foi "negligente" em não apresentar um recurso de anulação contra uma decisão de arbitragem em que o empresário Bernard Tapie recebeu uma indenização de 404 milhões de euros dos cofres públicos.

Apesar de ser considerado culpada, o tribunal composto por três juízes profissionais e doze parlamentares, estimou que a "reputação internacional" da diretora do FMI e o fato de que no momento dos fatos ela enfrentava uma "crise financeira" justifica que seja isenta de punição.

A acusação havia reclamado sua absolvição.

Lagarde tirou uma licença do Fundo Monetário Internacional durante seu julgamento. A agência disse que se reunirá "em breve" para discutir a condenação de sua diretora.

aue-meb/mb/mr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos