Embaixador morto: Erdogan denuncia 'provocação' contra 'normalização' turco-russa

Istambul, 19 dez 2016 (AFP) - O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, afirmou que o assassinato do embaixador russo na Turquia foi uma "provocação" destinada a sabotar "a normalização" das relações entre Ancara e Moscou, reaquecidas recentemente após uma grave crise.

"Nós sabemos que se trata de uma provocação com vistas a (...) prejudicar o processo de relações de normalização das relações entre a Turquia e a Rússia", afirmou Erdogan, em declarações transmitidas pela TV.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos