Pouso de emergência na Sibéria deixa 16 militares russos feridos

Moscou, 19 dez 2016 (AFP) - Dezesseis militares russos ficaram feridos nesta segunda-feira na Sibéria em um pouso de emergência do avião que transportava o grupo, anunciou o ministério russo da Defesa.

O avião Ilyushin-18 que transportava 32 passageiros e sete tripulantes fez um pouso de emergência às 4H45 de Moscou (23H45 de Brasília, domingo) na república de Sakha-Yakutia, na Sibéria oriental, indicou a agência de notícias RIA Novosti.

Todas as pessoas sobreviveram, mas 16 ficaram feridas, três delas em estado grave, e foram levadas para o hospital.

As vítimas são oficiais da região de de Krasnoyarsk na Sibéria, de acordo com uma fonte do ministério de Situações Emergência.

O avião militar deveria pousar na área do porto de Tiksi, quase 1.100 km ao norte de Yakutsk, a capital regional.

A aeronave foi localizada a 30 km da base às 8H00 locais, segundo as autoridades, que atribuem o acidente a "fortes ventos com rajadas".

O ministério da Defesa anunciou que enviou um avião especial ao local para transportar os feridos a Moscou e São Petersburgo.

am-pop/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos