Atentado no Curdistão iraquiano deixa sete mortos

Sulaymaniyah, Iraque, 20 dez 2016 (AFP) - Sete pessoas morreram na noite desta terça-feira em um duplo atentado realizado na região autônoma do Curdistão iraquiano, próximo à sede de um partido curdo iraniano de oposição, informou um dirigente regional.

As duas explosões, na cidade de Koysinjaq, mataram cinco membros do Partido Democrático do Curdistão (PDK-I), um membro das forças de segurança e uma criança, disse à AFP Jalal Karim, vice-ministro do Interior do Curdistão iraquiano.

O atentado não foi reivindicado até o momento.

A região autônoma do Curdistão tem uma situação bastante estável e suas forças armadas - os peshmergas - participam ao lado do Exército iraquiano e da coalizão internacional da campanha para libertar Mossul dos jihadistas do grupo Estado Islâmico (EI).

Os curdos vivem principalmente em quatro países: Turquia, Síria, Iraque e Irã.

No Curdistão iraquiano se encontram numerosos grupos curdos, entre eles o PKK (Partido dos Trabalhadores do Curdistão, classificado como "organização terrorista" por Turquia, Estados Unidos e União Europeia) e o Partido por uma Vida Livre no Curdistão (PJAK).

str-gde/lr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos