Obama oferece assistência dos EUA a Merkel após atentado em Berlim

Washington, 20 dez 2016 (AFP) - O presidente americano, Barack Obama, telefonou para a chanceler alemã, Angela Merkel, na noite de segunda-feira para prestar condolências e oferecer ajuda dos Estados Unidos após o atentado em Berlim em que um caminhão foi lançado contra um mercado natalino, informou nesta terça-feira (20) a Casa Branca.

Obama, que atualmente está de férias no Havaí, ressaltou que "nenhum ataque será capaz de debilitar a determinação" do Estados Unidos e da Alemanha em "vencer o terrorismo em todas as suas formas", ressaltou o chefe de Estado americano.

Durante o telefonema, Obama saudou "a liderança inabalável da chanceler Merkel nos nossos esforços em comum para erradicar a praga do terrorismo e defender o nosso estilo de vida".

A tragédia, qualificada de "ato terrorista" por Merkel, afeta uma Alemanha que até então tinha se mantido livre de atentados de grande magnitude, e deixou ao menos 12 mortos e 48 feridos, dentre os quais 18 estão em estado grave, conforme divulgado no balanço mais recente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos