Polícia indonésia afirma que frustrou plano de atentado durante o Natal

Jacarta, 21 dez 2016 (AFP) - A polícia indonésia desbaratou um plano para a execução de um atentado suicida no Natal, depois de matar três suspeitos nesta quarta-feira e descobrir um esconderijo de armas.

Um tiroteio aconteceu em uma casa em South Tangerang, nas proximidades da capital Jacarta. A polícia informou que os suspeitos abriram fogo contra os agentes.

"Pedimos aos três homens que se entregassem, mas eles lutaram, um deles jogou uma bomba (contra os oficiais). Felizmente, a bomba não explodiu e atuamos com firmeza contra eles", disse o porta-voz da polícia nacional, Rikwanto.

O porta-voz explicou que o grupo planejava esfaquear um policial em uma delegacia e esperar que uma multidão se reunisse diante do local para cometer um atentado suicida, durante o feriado de Natal.

O plano foi descoberto porque outro integrante do grupo foi detido algumas horas antes e delatou os demais membros, incluindo sua localização, segundo a polícia.

A operação aconteceu menos de duas semanas depois da detenção de quatro islamitas que preparavam um atentado contra os guardas no palácio presidencial.

Os homens de South Tangerang estavam vinculados a este último grupo, disse Rikwanto. Alguns deles são membros de uma organização radical local que jurou lealdade ao Estado Islâmico (EI).

A Indonésia, país com maior população muçulmana do mundo, já sofreu vários atentados, incluindo os de Bali em 2002, que deixaram mais de 200 mortos.

rws-dsa-olr/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos