Polícia da Austrália frustra plano de atentado no dia de Natal

ydney, Austrália, 23 dez 2016 (AFP) - A Polícia australiana frustrou um plano de ataque terrorista contra o centro de Melbourne, depois que várias batidas resultaram na detenção de sete pessoas - informaram as autoridades locais nesta sexta-feira (noite de quinta no Brasil).

O comissário-chefe da Polícia de Victoria, Graham Ashton, afirmou que os detidos planejavam fazer ataques a pontos movimentados da cidade, como a estação ferroviária de Melbourne, a Federation Square e a Catedral de Saint-Paul.

"Nessas últimas duas semanas, fizemos uma investigação criminal sobre a formação do que pensamos ser um complô terrorista", disse Graham Ashton à imprensa.

"Achamos que havia intenção de lançar um ataque de modalidades múltiplas, que incluía uma explosão, a utilização de explosivos, e acreditamos dispor de provas", acrescentou.

Os investigadores avaliam que os suspeitos pretendiam utilizar outros tipos de armamento, como facas e armas de fogo.

Os alvos deste "complô terrorista" estavam todos no centro de Melbourne, na zona de um estádio de cricket onde eram esperadas cerca de 100 mil pessoas para a partida entre Austrália e Paquistão, no dia 26 de dezembro.

Segundo a investigação, o ataque poderia causar "um grande número de mortos e feridos".

Dos sete suspeitos, cinco permanecem detidos. Quatro deles nasceram na Austrália, e o quinto é um australiano nascido no Egito. Todos estão na faixa dos 20 anos.

"Consideramos que, certamente, eles se radicalizaram sozinhos, ainda que inspirados no Estado Islâmico e em sua propaganda", concluiu Graham Ashton.

O primeiro-ministro, Malcolm Turnbull, agradeceu os serviços de segurança por terem evitado esta possível catástrofe. "Foi um dos complôs terroristas mais importantes que já frustramos nos últimos anos".

A Austrália elevou seu nível de alerta após o atentado de segunda-feira que deixou 12 mortos em uma feira de Natal em Berlim, reivindicado pelo grupo Estado Islâmico.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos