Tupolev 154: as tragédias com o ex-preferido da aviação russa

Em Paris

  • Sergei Chirikov/Efe

    Um Tupolev 154 caiu perto do aeroporto russo de Smolensk no dia 10 de abril de 2010, matando todas as 96 pessoas a bordo. O avião levava o presidente da Polônia, Lech Kaczynski, a primeira-dama, Maria Kaczynski, e diversas autoridades do governo

    Um Tupolev 154 caiu perto do aeroporto russo de Smolensk no dia 10 de abril de 2010, matando todas as 96 pessoas a bordo. O avião levava o presidente da Polônia, Lech Kaczynski, a primeira-dama, Maria Kaczynski, e diversas autoridades do governo

O Tupolev Tu-154, modelo do avião militar russo que caiu neste domingo no Mar Negro com 92 pessoas a bordo, experimentou vários acidentes desde a sua criação no final dos anos 60.

O Tupolev-154, de aparência semelhante à de um Boeing 727, foi um dos aviões mais utilizados pelos antigos países do bloco do Leste. Com um comprimento de 47,90 m e uma altura de 11,40 metros e uma envergadura de 37,55 m, pode transportar de 155 a 180 pessoas, a uma velocidade de cruzeiro de 850 km/h até 11.000 m de altitude com uma gama de ação de 4.000 km.

Veja os acidentes ocorridos nos últimos 15 anos com este avião de concepção soviética, que não é mais produzido desde 1994. A idade e, por vezes, negligência na manutenção dos dispositivos, têm sido frequentemente as causas das tragédias.

1 de janeiro de 2011: Um Tupolev-154B da companhia Kolavia, com 116 passageiros e oito tripulantes a bordo, pegou fogo quando acelerava na pista do aeroporto de Surgut (noroeste dos Urais). Três pessoas morreram e 40 ficaram feridas. Uma interdição temporária do modelo B dos Tu-154 foi emitida.

4 de dezembro de 2010: o pouso forçado no aeroporto de Moscou-Domodedovo de um Tupolev Tu-154 deixou dois mortos e dezenas de feridos. A aeronave sofreu uma falha no motor a 9.000 metros acima do mar pouco depois de decolar de outro aeroporto na capital russa.

10 abril de 2010: o chefe de Estado polonês, Lech Kaczynski, e vários altos funcionários do país morreram na queda de um Tupolev-154 da presidência polonesa perto de Smolensk, no oeste da Rússia, fazendo um total de 96 mortos.

15 de julho de 2009: um Tupolev-154 da companhia iraniana Caspian Airlines que fazia a conexão Teerã-Yerevan caiu no norte do Irã, matando seus 168 passageiros e membros da tripulação.

22 de agosto de 2006: um Tu-154 da companhia aérea russa Pulkovo caiu na Ucrânia matando as 170 pessoas a bordo.

12 de fevereiro de 2002: 117 pessoas morreram no Irã quando um Tupolev-154 colidiu com uma montanha no sudoeste do país.

3 de julho de 2001: um Tu-154 da companhia VladivostokAvia caiu perto do aeroporto de Irkutsk (Sibéria), como resultado de um erro do piloto, causando 145 mortes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos