Tufão deixa seis mortos e 18 desaparecidos nas Filipinas

Manila, 27 dez 2016 (AFP) - Ao menos seis pessoas morreram e 18 estavam desaparecidas após a passagem do tufão Nock-Ten pelas Filipinas durante as festas de Natal, enquanto o governo tenta calcular o valor dos danos provocados pela tempestade.

O fenômeno atingiu a costa leste do arquipélago no dia de Natal, provocando inundações em estradas e granjas. Também destruiu casas e barcos. O tufão, no entanto, não provocou muitos estragos na capital Manila.

O incidente mais grave aconteceu com a balsa MV Startlight Atlantic, que naufragou na província de Batangas. Uma pessoa morreu e 18 membros da tripulação estão desaparecidos, de acordo com a Guarda Costeira.

Cinco pessoas morreram em inundações ou atingidas por objetos arrastados pela correnteza ou que foram derrubados pelos ventos, que chegaram a 235 km/h, segundo as autoridades locais.

O Nock-Ten provocou a queda de energia elétrica em várias províncias do leste do país, segundo a porta-voz da Agência de Monitoramento de Desastres das Filipinas, Mina Marasigan.

Quase 430.000 pessoas foram retiradas de áreas consideradas vulneráveis e mais de 330 voos foram cancelados.

"Vimos muitas casas destruídas pelo vento, assim como infraestruturas como colégios e hospitais. Ainda esperamos os números exatos de quantas casas foram destruídas e o valor dos danos", disse Marasigan.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos