Choque de trem e ônibus deixa cinco mortos e mais de 50 feridos na Tunísia

Jbel Jelloud, Tunisie, 28 dez 2016 (AFP) - Pelo menos cinco pessoas morreram, e 52 ficaram feridas, nesta quarta-feira (28), na colisão de um trem e de um ônibus na periferia sul de Túnis, capital da Tunísia.

O acidente aconteceu por volta das 6h locais (3h, horário de Brasília), indicou o Ministério do Interior em um comunicado.

O veículo, da empresa regional de transportes de Nabeul (50 km ao sul de Túnis), foi partido em dois pela violência do choque, ocorrido sobre a via férrea, na altura de Sidi Fathallah, acrescentou o Ministério.

A identidade das cinco vítimas fatais, entre elas uma criança, não foi divulgada. Segundo o Ministério, 52 feridos foram levados para diferentes hospitais.

A Empresa Nacional das Ferrovias Tunisianas (SNCFT) informou que uma investigação foi aberta para esclarecer o caso.

De acordo com "as primeiras observações no terreno, a sinalização e as barreiras de segurança estavam fora de serviço", declarou à Mosaique FM o porta-voz do tribunal de Primeira Instância de Ben Arous, Moez Bouraoui.

"Essa falha está na origem da colisão", acrescentou.

O presidente Béji Caïd Essebsi visitou as vítimas no Hospital de Ben Arous.

"Me disseram que os sinais não estavam funcionando há mais de 15 dias. Isso não é normal. É preciso definir responsabilidades", afirmou.

Mais de mil pessoas morrem todos os anos em acidentes de estrada na Tunísia, um país de 11 milhões de habitantes. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), é o país da África do Norte com o mais alto número de acidentes de estrada, depois da Líbia.

str-gk-kl/cmk/tt

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos