Incêndio em barco turístico deixa 23 mortos na Indonésia

Jacarta, 1 Jan 2017 (AFP) - Ao menos 23 pessoas morreram e outras 17 estavam desaparecidas neste domingo após um incêndio em um barco que transportava turistas locais na Indonésia e se dirigia a uma ilha ao norte da capital, Jacarta.

O pânico tomou conta dos mais de 200 passageiros que estavam a bordo, muitos dos quais se jogaram no mar quando as chamas e a fumaça se apoderaram do "Zahro Express" pouco depois de sua partida do porto da capital rumo à ilha de Tidung, a 50 km da capital.

"194 pessoas foram resgatadas", declarou à AFP um porta-voz da agência nacional de gestão de catástrofes, Sutopo Purwo Nugroho.

"A lista do barco diz que havia cerca de 100 pessoas a bordo, mas obviamente este número é falso, então seguimos com as buscas", acrescentou.

O incêndio começou com uma explosão na sala de máquinas que o ministério das Transportes classificou de acidental e disse que poderia ter sido causada por uma falha elétrica.

"Quinze minutos depois da partida, as pessoas na parte traseira do barco começaram a fazer barulho", contou Evi, uma passageira que se identificou apenas por seu primeiro nome, à rede de televisão local Metro TV.

"Então vi fumaça, havia cada vez mais, o barco estava lotado e as pessoas brigavam pelos coletes salva-vidas", acrescentou.

Outra sobrevivente, Juju Rukminingsih, explicou que pegaram o colete do seu filho no momento em que ia pular da embarcação.

"Quando estava prestes a pular, entrei em pânico porque vi meu filho saltar sem o colete porque alguém o pegou", declarou a uma rede de televisão local.

Pescadores que estavam nas imediações ajudaram a levar a um lugar seguro muitos dos passageiros, que acredita-se que fossem todos indonésios, e barcos do corpo de bombeiros foram enviados para apagar o incêndio.

A Indonésia, um país com mais de 17.000 ilhas, é muito dependente do transporte marítimo, mas os acidentes são frequentes devido ao descumprimento das normas de segurança.

- Popular destino de fim de semana -Os turistas iam provavelmente celebrar o Ano Novo em Tidung, pertencente ao arquipélago das Mil Ilhas. Trata-se de um popular destino de fim de semana para os habitantes da capital, onde vivem 10 milhões de pessoas.

Este é o último de uma série de acidentes de barco mortíferos na Indonésia.

Em novembro, ao menos 54 pessoas morreram quando uma embarcação sobrecarregada que transportava 98 passageiros - especialmente trabalhadores migrantes indonésios - e três tripulantes afundou após se chocar com um arrecife em seu trajeto entre a Malásia e a ilha indonésia de Batam.

Dois meses antes, um barco turístico havia explodido na ilha de Bali, provocando a morte de dois estrangeiros e ferindo outros 20.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos