Sobe para 17 número de mortos em acidente em mina na Índia

Nova Délhi, 1 Jan 2017 (AFP) - O balanço do desabamento de uma mina de carvão no leste da Índia subiu para 17 mortos neste domingo, enquanto os socorristas continuavam em busca de eventuais sobreviventes.

O acidente foi registrado na quinta-feira à noite na mina a céu aberto da companhia pública Eastern Coalfields Limited em Lalmatia, a 400 km de Ranchi, capital do estado de Jharkhand.

No sábado à noite havia sido dado um primeiro balanço de 11 corpos recuperados.

"Até agora recuperamos 17 cadáveres e acreditamos que o número de vítimas poderia chegar a 23", disse por telefone à AFP o porta-voz da polícia de Jharkhand, RK Mallick.

"Além do terreno complexo e do nevoeiro espesso, a zona afetada tem 300 metros de extensão e, por isso, leva um certo tempo retirar os escombros para poder procurar os mineiros" desaparecidos, acrescentou.

Baleshwar Mahato, um operador de escavadora na mina, cujo filho morreu neste acidente, disse que os mineiros ignoraram duas advertências de segurança antes de ocorrer o desabamento.

"Depois da primeira advertência houve outro alerta em torno das 18H00 (locais de quinta-feira), quando uma massa maior deslizou até embaixo", disse Baleshwar ao The Indian Express.

"Quinze ou 16 mineiros conseguiram sair da mina com ferimentos leves após o acidente. A configuração do terreno (uma área florestal isolada) e o nevoeiro espesso (predominante na região) representam um desafio" para as equipes de resgate, havia assinalado Mallick há algumas horas.

Jharkhand é uma das zonas da Índia mais ricas em minerais e abriga 29% das reservas de carbono do país. Também é um dos estados mais pobres e o epicentro de uma insurreição maoista.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos