Alto magistrado egípcio se mata após ser detido em caso de corrupção

Cairo, 2 Jan 2017 (AFP) - Um magistrado do conselho de Estado egípcio se suicidou nesta segunda-feira após ter sido detido por um caso de corrupção na mais alta jurisdição administrativa do país, informou nesta segunda-feira seu advogado à AFP.

Wael Chalabi, secretário-geral do conselho de Estado, havia sido detido no domingo para ser interrogado.

Segundo sua advogado, Sayed el Beheiry, foi encontrado sem vida nesta segunda-feira. Fontes judiciais e de segurança confirmaram essa informação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos