Estado Islâmico reivindica ataque que deixou 32 mortos no Iraque

Bagdá, 2 Jan 2017 (AFP) - O grupo Estado Islâmico (EI), através de sua agência de propaganda Amaq, reivindicou o atentado com carro bomba que matou 32 pessoas morreram e feriu mais de 60 em um bairro xiita de Bagdá.

O ataque, ocorrido em uma praça de Cidade Sadr, um bairro situado no nordeste de Bagdá, é o segundo na capital iraquiana em 48 horas.

Os extremistas sunitas do EI atacam de forma permanente os xiitas, majoritários no Iraque, por considerá-los hereges.

ak-gde/aoc/ra/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos