Austríaco ciumento é preso por acusar sírio de terrorismo

Em Viena

  • Getty Images/iStockphoto

Um austríaco foi detido por ter acusado um sírio de ser terrorista, quando na realidade seu motivo eram ciúmes de uma mulher.

O homem de 60 anos enviou um e-mail anônimo ao ministério do Interior denunciando o cidadão sírio de 29 anos de ser um comandante do grupo Estado Islâmico e que ele teria intenções de realizar um atentado em Innsbruck (oeste).

O sírio foi detido pelas forças especiais austríacas, mas foi libertado 24 horas depois que o denunciante admitiu ter inventado as acusações para impedir que o homem mais jovem acompanhasse sua esposa, de quem é amigo, a uma manifestação.

"O motivo foi ciúme", indicou um porta-voz da promotoria regional.

O austríaco foi detido e pode ser condenado a cinco anos de prisão por denúncia caluniosa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos